quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011


afastei-me sem dizer uma palavra. pensei que seria o melhor para mim, o melhor para toda a gente. mas com o tempo percebi que não tinha sido mais do que uma decisão sem consciência verdadeira. muitas vezes me senti com vontade de chorar, olhando para uma das quatro paredes daquele quarto gelado e sem conforto algum. muitas vezes dei por mim sentada no sofá, com a televisão desligada e sem qualquer ruído externo, ouvindo música calma. muitas vezes dei por mim, olhando para o ecrã do telemóvel, na esperança, que "alguém" senti-se a minha falta, mas não foram mais do que olhares passageiros e rápidos, em vão . agora, depois de muitas vezes ir ao fundo e subir sozinha com muito esforço, percebo, que talvez até quisesse estar sozinha, mas na verdade estava sempre à espera de que alguém e fizesse mudar de ideias!


autoria : best ,
love you

3 comentários:

Seguidores